UM NEGÓCIO PARA TRAVAR FUMADORES

UM NEGÓCIO PARA TRAVAR FUMADORES

Hugo Lourenço Silva trouxe para Portugal o conceito de cessação tabágica por terapia de soft laser. Um mês depois da entrada no mercado já perspetiva internacionalizar.
A crise não fez tremer Hugo Lourenço Silva quando em finais do ano passado decidiu implantar em Portugal um conceito de cessação tabágica por terapia soft laser, já testado com sucesso na Alemanha. A Facilitas Healthcare arracou há cerca de dois meses no país, com uma clínica em Lisboa e outra no Porto. Desde o seu arranque, a empresa já gerou cinco postos de trabalho diretos e uma dezena de indiretos. O jovem empreendedor que lidera o conceito em território nacional pensa já na expansão do projeto em Portugal e no estrangeiro. O Brasil pode ser a próxima paragem e por cá a Facilitas vai crescer no modelo de franchising que pode gerar uma nova abertura a cada mês. 

 

O tabaco é o principal responsável pelo aparecimento das doenças cardiovasculares, uma das principais causas de morte em Portugal. A cada ano morrem no país mais de três mil portugueses vítimas de cancro du pulmão e o Serviço Nacional de Saúde gasta, anualmente, mais de 750 milhões de euros com doenças provocadas pelo tabaco. Aquilo que para a generalidade dos portugueses são meras estatísticas, são para Hugo Lourenço Silva os números com comprovam o potencial do seu negócio. “Se com este projeto, ajudar uma franja da população a deixar de fumar e, assim, melhorar a sua saúde e diminuir a taxa de mortalidade, vou-me sentir plenamente realizado”, revela o jovem empreendedor de 28 anos. 


NÓS LIGAMOS GRÁTIS
Por favor introduza os seguintes dados que iremos entrar em contacto consigo o mais rapidamente possível